5 dicas para sua loja virtual vender mais

Mature-Businessman-Thinking

Aumentar o número de vendas é, sem dúvida, o maior desafio para qualquer administrador de empresas. Segundo dados, a grande maioria das lojas virtuais não consegue vender mais de 10 produtos por mês. Isso acontece justamente por falta de planejamento para criá-la e por possuir pouco conhecimento sobre o mercado online. Caso você esteja enfrentando algum problema relacionado ao assunto, confira 10 dicas simples que irão lhe auxiliar a aumentar de forma significativa suas vendas online:

1 – Invista em sua loja

investimento

Muitas lojas vendem pouco ou não consegue vem vender pois não oferecem informações suficientes sobre os produtos. E fundamental oferecer toda e qualquer tipo de informação sobre o produto que está sendo vendido, pois se o anúncio estiver com poucas informações, seu cliente ficara receoso em comprar o produto por não saber como ele é e irá procurá-lo em seu concorrente. Ao criar uma loja virtual, você deve se atentar ao fato de que o cliente não terá um vendedor diponível para atendê-lo e tirar suas dúvidas, portanto, fornecer o máximo de informações e detalher sobre seus produtos e seviços fará com que seu cliente escolha comprar com você e não com seu concorrente.

2 – Alimente suas redes sociais

social_media

As redes sociais são hoje o maior e maio utilizado meio de comunicação do mundo. Nela existe uma grande quantidade de pessoas, com potencial de compra, e que ainda pesquisam sobre os produtos que desejam comprar na internet. Pensando nisso, porque não aderir à elas? Divulgar produtos e serviços nas redes sociais são uma ótima opção pra quem deseja alcançar um grande público. Além disso, as redes sociais disponibilizam contato imediato com seu cliente, e de uma forma mais agradável e impessoal. Utilize desse meio para conseguir se relacionar melhor com seu cliente.

3 – Crie um visual agradável

Webdesign-Layout

Ao entrar em um loja virtual, a primera coisa que o cliente verá é o layout de seu site. Se o layout for pesado ou desagradável aos olhos, em apenas um clique ele irá sair de seu site sem ao menos ver seus produtos. É fundamental pesquisar e traçar seu público-alvo para assim fazer um layout adequado. Por exemplo, se sua loja for focada no público jovem, você poderá utilizar efeitos e criar seu layou de forma mais moderna e criativa. Porém, se o site for focado no público de mais idade, ele deverá ser simples e fácil de utilizar.

4 – Fidelize o seu cliente

customers

Fidelização é o ato de tornar clientes, em pessoas fiéis ao seu produto. Não fidelizar o cliente é uma grande falha das lojas virtuais modernas. É comum a loja fazer a venda, entregar o produto ao cliente e não manter mais nenhum tipo de contato. Se a empresa oferecer um bom tratamento ao clinte, esclarescer suas dúvidas, e se mostrar prestativa antes, durante e depois da compra, o cliente irá se sentir confortável ao comprar com ela novamente. Isso fará com que a empresa fidelize seu cliente e ele voltará a comprar com ela mais vezes.

5 – Estabeleça um bom pós-venda

Closeup of a call center employee with headset at workplace

Grande parte dos clientes faz apenas uma compra em cada loja virtual. Isso ocorre pois a empresa em questão não fornece um bom pós-venda. O pós-venda consiste em oferecer a assistencia devida ao que o cliente precisar, oferecendo suporte e se mostrando disponível. Isso é fundamental para mostrar ao cliente que ele está amparado ao comprar o produto ou serviço daquela empresa.

10 erros

Em uma outra postagem, anotei os 10 erros que deve-se evitar, recomendo a leitura caso não tenha lido ainda: link

10 erros que irão prejudicar seu e-commerce

Não é novidade que nos últimos anos houve um aumento significativo nas vendas online em todo o mundo. O Brasil se destaca nesse ponto, pois ele possui um dos maiores índices de crescimento do mercado online. Mas se o índice de vendas é tão alto, por que mais de 60% das lojas virtuais fecham em menos de um ano?

Essa questão pode ser respondida a partir de uma série de erros cometidos pelos administradores da loja. A falta de planejamento pode comprometer o desempenho da loja e assim destruí-la aos poucos.

Ao adquirir um e-commerce, é de extrema importância se atentar a pequenos (porém muito comuns) erros que as empresas cometem. Esses erros podem ser cometidos por empresas de qualquer segmento, independente do produto ou serviço que oferece. A internet possibilita que você atinja seu mercado e venda em nível nacional e até mesmo global e, o melhor de tudo, funciona 24 horas por dia.

A porta está aberta e pronta para sua loja, basta você administrá-lo corretamente para garantir seu sucesso. E, se você já fez compras online, provavelmente já passou por uma situação desconfortável por consequência de erros como esses.

Pensando nisso, criamos essa lista com dicas valiosas para você evitar os dez maiores erros de e-commerce que podem prejudicar suas vendas.

Falta de planejamento

A falta de planejamento antes de adquirir sua loja virtual é o principal erro cometido por inúmeros lojistas. Esse erro acaba desencadeando todos os outros dessa lista. Antes de adquirir seu e-commerce, é necessário traçar suas metas e objetivos, público alvo, área de atuação de sua empresa, adquirir conhecimento no assunto e estar ciente que a loja virtual irá consumir muito tempo de quem a administra. Todo esse planejamento deve ser feito antecipadamente para que sua empresa já ingresse no mercado online com uma boa imagem. Lembre-se que a primeira impressão é a que fica, portanto, é fundamental possuir um site agradável e bem planejado.

Atendimento de má qualidade

O atendimento é o principal fator que irá fidelizar seu cliente. A sua loja virtual deve se assemelhar a um varejo físico para obter sucesso. Assim como em qualquer comércio, fidelizar os clientes está cada vez mais difícil. Optar por não possuir contato virtual com seu cliente irá prejudicar muito seu e-commerce, pois o cliente não possui um vendedor à sua disposição para tirar suas dúvidas. Hoje, como o mundo está muito imediatista, e os clientes não aceitam mais esperar para obter uma resposta da loja que irão comprar. Na web, toda loja deve possuir um atendimento fácil e rápido, via e-mail, site e principalmente redes sociais. Através das redes sociais a empresa consegue um contato rápido e direto com o cliente, além de ter um tom mais impessoal, portanto, mais agradável.

Usabilidade ruim

A usabilidade do seu site irá definir se ele terá muitos ou poucos acessos. Usabilidade é um termo usado para definir a facilidade com que as pessoas podem empregar uma ferramenta para realizar uma tarefa específica e importante. Se seu site for difícil de usar, ele não conseguirá atingir um grande público (experiente e inexperiente na web) e irá perder vendas. O site deve possuir poucas informações, deve mostrar seus produtos e serviços em primeiro lugar, seus preços e fotos, que é o que mais interessa o consumidor. Também é importante não deixar o site pesado, pois isso vai fazer com que seu cliente abandone o seu site e vá para o de seus concorrentes. Investir em uma boa usabilidade faz com que o conjunto de ferramentas se complete e deixe seu site agradável de navegar.

Falta de informação nos produtos

Sempre que cadastrar qualquer produto, é de extrema importância colocar o máximo de informações possíveis que ele possui. Desde as informações básicas como material, peso, cor, dimensões, até as mais aprofundadas como modo de usar, fabricantes, etc. Lembre-se que numa loja online o cliente não consegue tocar, ver e nem testar o produto, portanto você deve oferecer a ele o máximo de informações possíveis para que ele possa “recriar” o produto em sua mente. Se o produto possuir uma descrição fraca e com poucas informações, dificilmente será comprado pois o cliente não saberá o que e nem como é o que está comprando. Como numa loja física, apresentar o máximo de detalhes e funcionalidades do produto é essencial.

Site responsivo

responsive-design-1

Um site responsivo é um site que se adapta a qualquer plataforma que for acessado. Ele se “comprime” e se “estica” dependendo da tela, e também adapta sua forma de visualização. Além de adaptar o tamanho das plataformas, os sites responsivos também adaptam o tamanho das fontes, banners, menus, e diversas outras ferramentas. Por exemplo, um site visualizado em computador pode possuir mais efeitos de movimento, anúncios, links, pois o computador consegue abrir sites mais pesados. Já esse mesmo site visto num smartphone não ia possuir bom desempenho, pois o smartphone não consegue comportar tanta informação. Nele, o site deve ser mais leve, com menos informação e o mais fácil possível de usar. Não se adaptar as diferentes plataformas do mercado é um problema, pois o público online hoje é muito exigente e acessa a internet nas mais diversas plataformas, e se seu site não se adaptar a isso, os clientes irão ficar sem paciência e abandoná-lo.

Dicas de Plataformas que trabalham com visual responsivo:

Não ter um foco

Não tente vender de tudo. Determine o foco da sua empresa e permaneça nele. Fora empresas de grande porte que estão no mercado há anos, como a Americanas e Amazon, empresas que não possuem foco e passam a vender todo o tipo de produto fracassam. Existem diversos nichos para qualquer ramo, basta observar lojas que vendem produtos específicos. Hoje existem lojas que vendem exclusivamente boias e brinquedos para piscina, lojas de caneta, lojas de equipamento para corrida, etc. Portanto, existe público para qualquer tipo de produto vendido no mercado. Só é necessário focar na área que deseja ingressar e se estabelecer nela.

Não passar informações sobre a empresa

Você provavelmente já acessou um site que tinha pouca ou nenhuma informação sobre a empresa que está vendendo o produto ou serviço. Como consequência disso, você ficou desconfiado e receoso sobre fazer ou não sua compra naquele site. Não apresentar informações sólidas da sua empresa como “Quem somos”, contatos, endereço e imagens fará com que os clientes fiquem em dúvida se a loja é segura e se ela realmente existe.

Marketing digital

É o marketing feito exclusivamente para as plataformas web e seus usuários. Ele é feito pensando na forma mais eficaz de atingir os internautas enquanto estão navegando, e em como induzi-los a algo. Não apostar em uma ferramenta dessas poderá te deixar atrás de suas concorrentes, devido ao fato que o marketing digital consegue atrair muito mais clientes e atenção para seu site.

Se você não sabe o que é isto, segue uma indicação

Entrega e pagamento

multiple

A entrega e pagamento são, sem dúvidas, as maiores preocupações de seu cliente após efetuar a compra. As empresas cometem dois grandes erros nessa etapa. O primeiro é não fornecer ao cliente informações suficientes para que ele não se preocupe com o andamento da sua compra. Informações sobre métodos de pagamento, quanto tempo leva para o pagamento ser aprovado, forma e prazo de entrega são alguns deles. O segundo erro é colocar muitos passos para o cliente efetuar a compra. É ideal colocar até 5 passos entre clicar no botão comprar e escolher a forma de pagamento. Quanto mais tempo o cliente levar para efetuar a compra, mais chance ele tem de desistir dela.

Anúncios demais

Optar por utilizar anúncios no seu site pode até ser um benefício para você, mas irá atrapalhar a experiência de compra em sua loja. Além da poluição visual, os anúncios podem confundir e tirar a atenção do seu cliente do que é realmente importante na loja, os produtos. Utilizar anúncios fixos pode dar a impressão de um site que tem mais interesse em ganhar dinheiro do que oferecer ao seu cliente uma plataforma agradável. Hoje os internautas já estão tão acostumados com os anúncios que tendem a fugir deles. Pesquisas mostram que apenas 20% dos internautas tendem a clicar nos anúncios, enquanto os demais procuram se esquivar deles. Carregar seu site com anúncios pode fazer com que seu site passe a ser evitado pelos consumidores.

Por que minha Loja virtual não vende?

Se pararmos para observar o comercio online hoje em dia, podemos perceber o número crescente de lojas virtuais que abrem a cada ano. Porém, com a facilidade de compra, tantas lojas online e um público enorme e disposto a comprar, por que algumas dão certo e outras não?

Dados mostram que o e-commerce brasileiro atingiu 45 mil lojas virtuais somente em 2014, porém, 70% delas fazem apenas 10 vendas por mês. Além disso, mais de 60% das lojas virtuais fecham antes de completar um ano de atividades. Isso mostra que é fácil abir uma loja virtual, porém, é mais facil ainda fechá-la. E se analisarmos os motivos que fazem uma determinada loja não se destacar nas vendas, observamos que essas ações possuem soluções simples e fáceis.

Falta de planejamento estratégico

ecommerce-Chinese-agency

O primeiro (e mais comum) erro cometido pelos administradores de empresas e não possuir um planejamento concreto antes de iniciar suas atividades. Ao abrir uma loja virtual, é de extrema importancia escolher um nicho para se especializar. Empresas que tentam vender tudo para todo mundo frequentemente fracassam. Escolher uma área específica para atuar irá fazer com que sua loja se especialize nesse tipo de mercadoria e seja reconhecida por isso.

Se pesquisarmos os diferentes ramos que lojas virtuais atuam, podemos observar a quantidade de nichos que existem e o numeroso público que cada um abrange. Seus clientes não irão dar importância ao número de coisas que sua loja vende, mas sim se você vende a linha completa de um determinado produto. Se você optar por vender produtos de natação por exemplo, é necessário vender as roupas, óculos, toalhas, acessórios, tampões de ouvido, linha para crianças, bóias, entre outros. Além de mostrar que a empresa realmente sabe sobre o produto que está vendendo, também estimula a compra de diversos outros produtos. Isso acontece pois clientes que querem comprar um determinado produto do esporte também estão propensos a comprar outros acessórios e produtos relacionados para complementar sua experiência.

Falta de informações relevantes

Outro erro muito cometido pelas empresas é colocar poucas informações em sua plataforma online. Muitas lojas colocam apenas um e-mail ou telefone pra contato, e isso pode assustar os clientes, que inevitavelmente ficam receosos em comprar em qualquer loja virtual que não conhecem. O ideal é colocar o máximo de informações sobre a loja possível, como e-mail, telefone, endereço, imagens da empresa, etc. Passar informações sobre a sua empresa irá fazer com que ela se mostre mais confiável, e prove que não tem nada a esconder. Também é fundamental fornecer o maximo de informações possíveis sobre os produtos que serão vendidos.

Deve-se lembrar que em uma loja virtual o cliente não terá um vendedor à sua disposição para fornecer as informações sobre o produto, portanto, eles devem o máximo de detalhes possíveis. Se seu anúncio não tiver detalhes sobre o produto, o cliente ficará receoso sobre o que está comprando e irá procurar por algum concorrente que forneça mais informações. Ou, se o cliente optar por comprá-lo, pode ter problemas depois por não saber de qual material era feito o produto, ou o seu tamanho, e isso pode prejudicar a reputação de sua loja.

Pós Compra

E por último, a experiência pós-compra. Grande parte das pessoas que compram online costumam fazer apenas uma compra por loja. Isso acontece pois as lojas estão preocupadas demais em vender, mas não em fidelizar seu cliente. As lojas oferecem o seu produto, vendem, e deixam como está. Oferecer benefícios ao cliente e mandar e-mails de promoções são duas ótimas alternativas para mostrar ao cliente que ela é único e faz a diferença para a loja.

Quantas vezes você já viu alguém optar por uma loja específica apenas pelo atendimento que recebe? Isso é muito comum nos dias de hoje, e mostra que empresas que se preocupam com seu cliente e o tratam bem tendem a se destacar perante as outras. Quando o cliente criar uma boa relação com a loja, irá comprar com mais frequência e indicá-la sempre que tiver oportunidade.